7.12.10

entre amores.

Amor imaturo diz: Eu te amo porque preciso de você 
                                                                          
                               Amor maduro diz: Eu preciso de você porque te amo.

Gosto de escrever assim, especialmente depois de alguns meses de vida compartilhada e reinventada.

Em tantos momentos ditos, reditos e benditos, escolho outra vez as palavras pra me lembrar que o amor é pressuposto, o sentido, a permissa, o motivo, o horizonte que orienta e ilumida, mas que confundi e por vezes até machuca.
Lembra quantas foram as situações nas quais, brigas e turbulências, nos trouxeram a uma realidade mais exata, mais concreta? Problemas esses que sempre, ainda que demorasse, traziam consigo carinhos, apelidos, sorrisos e beijinhos que quase me matou de felicidade, se é que lhe convém. Lembra dos dias em que o mundo parou pra me ouvir, pra te ouvir, pra nos ouvir cantar?. Serve pra que as confissões e tantos segredos? Pra te calar quando achar que que sempre ignoro ou esqueço o que foi bom quando as coisas ruins me sobem a cabeça, pra nos advertir de que amor que perdura é aquele que tem a si não só a razão como vida compartilhada.
Por tantas vezes eu quis provar que sou uma louca mistura do que há de bom e ruim nos dois amores com um sorriso, mas nunca pareceu o bastante. Quantas foram as vezes que esperei que abrisse a boca e me revelasse o que sou, o que era, o que queria e o que sentia... o mesmo número de vezes que esperei são as que você se calou. E é desse silêncio que cansei, é disso que estou sufocada, é de te ver perder a voz quando eu falo demais e até errado que cansei, são só detalhes.

Um comentário:

  1. Um amor maduro, grande, vermelho, suculento... é o que todos querem.

    ResponderExcluir

Gostou?